terça-feira, 26 de abril de 2011

O que é ser elegante?

Hoje amanheci com essa pergunta na cabeça. Muitas vezes confundimos “chique” com “elegante”. É bem verdade que há uma linha tênue entre as duas coisas mas, afinal o que é ser elegante?

Pensando nisso durante todo dia, coincidentemente estou zapeando a tv quando me deparo com  um programa dedicado a mais chique e elegante das mulheres que neste planeta já existiu: Princesa Daiana. Ela simplesmente foi um conjunto de todas as coisas naturalmente clássicas, chiques, polidas e de tudo mais maravilhoso que existe ou já existiu.

Ao termino do programa fiquei pensando na leveza do caminhar da princesa e nas ações sociais dela e novamente me veio à cabeça: o que é ser elegante? Depois de muito pensar, resolvi postar aqui uma lista das coisas que realmente compõem um ser humano elegante.

Primeiramente é necessário entender o que é ser chique. Ser chique tem a ver com a técnica e existem até manuais para isso. Dá para aprender a sentar, comer com “n” talheres, se vestir corretamente, entre outras coisas que o mundo considera enquanto tal. Ser elegante tem a ver com o estado de espírito, e isso se conquista com o dia a dia. Tem a ver com pequenos gestos e atitudes. Não pode existir uma elegância forçada, ou você é ou não é. Por isso se trata de um ato que parte do espírito!

Na minha opinião o básico para se tentar atingir a elegância consiste em três frases fundamentais: “muito obrigada”, “sinto muito” e “por favor”. Sem isso nada pode ser elegante!

Tentando arrumar em tópicos, ficaria da seguinte forma o be-a-bá da elegância:

1. Ser refinada, sofisticada e bem educada.

2. Estar de bem com a vida, prezar pela gentileza, ter atitude e, é claro, um guarda roupa apropriado para as diversas ocasiões da sua vida (e saber usa-las naturalmente).

3. Ter ética e princípios.

4. Valorizar o ser humano como tal, agradecer as gentilezas, enviar flores, mensagens de apoio, cartões de agradecimentos, etc.

5. Ser elegante é olhar nos olhos dos outros de forma natural, reconhecendo no outro o seu valor intrínseco. Olhar nos olhos das pessoas e cumprimenta-las com cordialidade. Cordialidade é fundamental!

6. Ser discreta mas ao mesmo tempo carismática. Ninguém aprecia a extravagância, é demasiada e desnecessária!

7. Ser natural, simples, segura. Não confunda naturalidade com falta de educação. E aí usar o termo clichê: “mas eu sou assim mesmo, esse é meu jeito”. Jamais!

8. Ser elegante é dizer por favor, me desculpe ou dar bom dia, boa tarde, boa noite.

9. Chamar as pessoas pelo nome e trata-las com respeito. Não importa o nível social.

10. Para ser elegante é necessário tratar idosos, crianças e familiares com respeito e carinho.

11. Lembrar dos amigos principalmente em datas especiais, como aniversários, por exemplo.

12. Ser elegante é saber silenciar, quando for necessário.

13. Ser elegante é saber usar as virtudes e qualidades, sem esquecer os defeitos

E para finalizar, o “toque especial” da elegância: a simplicidade. Seja natural, sem exageros ou afetações. Cumprimente o garçom quando for servi-la, dê bom dia ao porteiro e as demais pessoas que lhe cumprimentarem. Seja solicita, pró ativa e nunca deixa de sorrir e olhar nos olhos das pessoas quando conversam com você.

Eu estava observando as maneiras da princesa Diana e ela era uma mulher encantadora, mesmo sendo absolutamente chique, era extremamente simples e cordial com todos a sua volta!

Espero que possam ter conseguido absorver alguma coisa e peço, por favor, que deixem suas opiniões!!!

Beijos!!!

3 comentários:

  1. Convite aceito e noticias seguidas,
    estarei lendo e votando em suas postagens assim que possivel,
    acabei de postar uma matéria e aguardo um voto seu, desde já agradeço pela ajuda e convite,
    abçs Priscila

    ResponderExcluir
  2. Acabo de ler seu post. Tentei postar um comentário, mas não consegui. Envio abaixo o que eu tentei postar.

    Perspicácia, eloquência e delicadeza tb são características de pessoas elegantes; seu texto possui as três! Parabéns pelo post. Muitos dos problemas do mundo não existiriam se houvesse mais elegância. Acho que devemos fazer uma campanha em prol da elegância, generalizá-la, fazer dela um princípio de convivência em sociedade, uma matéria na escola. Talvez assim os risinhos de chacota, os olhares atravessados, os socos, pontapés, chicotadas, facadas deferidos aos seres humanos 'diferentes' se tornem somente uma memória ruim de uma humanidade que ainda tem que aprender o que significa ser humano. Bj Rod

    ResponderExcluir